Categoria: Coronavírus

Quarentena: o que fazer com tanto tempo livre?

Estamos vivendo um período desafiador, no mínimo, com a pandemia do coronavírus. O mundo todo parou – escolas, comércios, empresas – para evitar a disseminação do vírus. A quarentena foi a solução mais segura encontrada por autoridades governamentais e de saúde. Mas o que fazer com tanto tempo livre? Preparamos algumas dicas para você aproveitar ao máximo o período, focando naquilo que é bom e faz bem!

Crie uma rotina

Nesse período é importante recriar sua rotina. Tenha um horário para suas refeições e afazeres. Ao fazer isso, você certamente aproveitará mais seus dias, tardes e noites, realizando suas atividades pessoais e profissionais com mais ânimo e leveza. 

Dê um up na sua saúde

Repense a sua relação com os alimentos: ela é utilitária, pobre em nutrientes ou nutre seu corpo de verdade? Somos o que comemos! Além disso, ficar em casa pode fazer com que você acabe se rendendo às guloseimas. Priorize! 

Outra dica quando falamos em saúde é a prática de exercícios físicos. Mesmo em casa, dá para mexer o corpo e dizer não à rotina cama/sofá e sofá/cama. Começar o dia com um alongamento, pular corda, fazer esteira ou bicicleta são algumas opções! Só não fique parado! 🏃

Organize a casa

Muitas vezes, por falta de tempo ou disposição, a organização da casa acaba ficando em segundo plano. Que tal aproveitar esses dias para cuidar um pouquinho mais dela? Separe um dia da semana para organizar um cômodo por vez e, quando você menos esperar, a casa será outra! 

Proponha atividades às crianças

Se você tem filhos, essa nova rotina pode ser muito benéfica para estreitar ainda mais os laços e acompanhar bem de pertinho o desenvolvimento deles. Proponha atividades, como jogos de tabuleiro, mímicas, desenhos, pinturas e o que mais pintar de ideia. Uma dica muito bacana é incluí-las no preparado das refeições! Já pensou nisso?

Mantenha o contato com amigos e familiares

A distância física é importante nesse momento, mas não se isole do mundo. Mantenha o contato com amigos e familiares. Ligue para seus pais, avós, filhos, netos, primos e assim por diante. Faça uma chamada de vídeo, converse, ofereça apoio, dê boas risadas e dê fim à saudade!

Faça algo por você

Esse é o momento de fazer algo por você! Invista na aquisição de conhecimentos, faça cursos livres online, considere uma pós-graduação na sua área ou um novo idioma. Tudo isso é bem-vindo para sua realização pessoal agora e profissional no futuro!

Gostou das nossas sugestões? Compartilhe com as pessoas que ama e vamos, juntos, manter os pensamentos positivos, a fé e a esperança, dias melhores virão! 

Coronavírus: tudo que você precisa saber sobre o assunto

Nos últimos meses você deve ter acompanhado inúmeras notícias sobre o coronavírus, uma grande família viral conhecida desde meados da década de 1960. Os vírus causam infecções respiratórias em humanos e animais, e um novo agente dessa família ficou conhecido em Dezembro na China, após descoberta de alguns casos. Com a chegada do Carnaval, data festiva em que a circulação de pessoas é muito grande, os cuidados precisam ser retomados!

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), são 14,5 mil casos registrados em dezoito países, além de 305 mortes. Esse grande número mobilizou a comunidade científica, que logo foi em busca de formas de prevenção, informações sobre a transmissão e opções de tratamento desse novo tipo de coronavírus (nCoV-2019).

TRANSMISSÃO

A transmissão pode acontecer entre humanos, pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, e contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos, e também via animal. Entretanto, muito embora esse vírus pareça ter surgido de uma fonte animal na China, o risco nesse momento é em relação a transmissão entre pessoas. Não há  evidência, até o momento, de que qualquer animal no Brasil possa ser fonte de transmissão do novo coronavírus.

PREVENÇÃO E ORIENTAÇÕES

O vírus ainda não chegou ao Brasil, mas existem algumas importantes orientações do Ministério da Saúde em relação a forma de contrair ou transmitir o novo coronavírus. São elas:

– Lavar frequentemente as mãos; 

– Manter os ambientes bem ventilados; 

– Evitar o contato com pessoas que têm infecções respiratórias agudas ou que demonstrem sinais da doença; 

– Cobrir o nariz e a boca depois de tossir ou espirrar; 

– Usar lenço descartável para higiene nasal; 

– Não compartilhar objetos pessoais, como pratos, talheres, copos e garrafas; 

– Evitar contato com animais selvagens ou doentes em fazendas ou criações. 

COMO O BRASIL ESTÁ SE PREPARANDO?

Diversas ações foram tomadas pelo Governo Federal para monitorar e aprimorar a capacidade do nosso país atuar em caso de episódios do coronavírus. Além de adotar as medidas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o Governo também está de prontidão para notificação de áreas, portos, aeroportos, fronteiras e secretarias. 

SINTOMAS

As manifestações clínicas do novo coronavírus são, principalmente, respiratórias e muito semelhantes a um resfriado, ou seja, tosse, dificuldade para respirar, febre e, em alguns casos, pneumonias.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico é feito através de um exame que detecta o RNA viral. O teste aqui no Brasil será disponibilizado em uma semana pelo DB (Diagnósticos do Brasil).

Conte com o Gerardo Trindade para cuidar da sua saúde!