Todo mundo sabe que os raios solares são mais intensos durante essa época no ano, o que aumenta o risco de queimaduras, câncer de pele e outros problemas. Por isso é fundamental aproveitar essa estação com responsabilidade, mesmo que você esteja no quintal de casa. 

Intensificar o uso de filtro solar contra os raios UVA e contra os raios UVB é a principal medida de proteção a ser tomada. Além disso, é fundamental aplicar o protetor 30 minutos antes da exposição solar e reaplicá-lo a cada duas horas. Leve sempre em consideração o fato da transpiração excessiva ou contato com a água e, se for o caso, reaplique antes deste período. Não esqueça de proteger cicatrizes e ferimentos recentes ou antigos, pois há risco de desenvolvimento de tumores – ainda que seja uma situação rara.

As crianças devem iniciar o uso de filtro solar a partir dos 6 meses, sempre utilizando um protetor adequado, indicado pelo dermatologista e pediatra, para o tipo de pele mais sensível.

Hidratar a pele por dentro e por fora é outra medida de proteção muito importante. Por isso, não se esqueça de Ingerir bastante líquido e abusar da água natural, água de coco e sucos naturais, além de hidratar a pele com um bom creme hidratante diariamente. No banho a temperatura da água deve ser morna para evitar o ressecamento. 

A alimentação merece uma atenção especial, capriche na ingestão de alimentos crus e cozidos; frutas e legumes com alto teor de água e fibras e baixo de carboidratos. 

Além do câncer de pele, o sol e o calor elevam o risco de algumas doenças: micoses, brotoejas, manchas e sardas brancas, além da acne solar.  No caso das micoses, a melhor forma de prevenção é manter hábitos de higiene: secar-se bem após o banho, principalmente áreas de dobras da pele, como virilha, entre os dedos dos pés e axilas; evitar andar descalço em pisos úmidos, além de optar por calçados abertos e ventilados. Além disso, é importante usar o seu próprio material de manicure. 

Já quando falamos em brotoejas, usar roupas leves e soltas e evitar locais muito abafados que propiciam a sudorese excessiva estão dentre as medidas de prevenção. 

As manchas e sardas brancas aparecem por conta da exposição excessiva ao sol. Essas lesões são benignas, não evoluem para o câncer da pele, no entanto, é recomendado que você faça uma avaliação com o dermatologista para diferenciá-las de lesões suspeitas. Para evitar surpresas desagradáveis use sempre o protetor solar!

A acne solar é outro problema muito comum, que pode ser facilmente prevenida com a escolha do sabonete adequado para o seu tipo de pele, tônicos mais  adstringentes e filtros solares com base aquosa ou em gel, que diminuem a oleosidade.

Consulte sempre o seu dermatologista e não esqueça de se cuidar!