A preocupação com as doenças sexualmente transmissíveis deve existir o ano todo, mas é durante o Carnaval que as campanhas de conscientização e prevenção se intensificam. O principal foco deve estar no uso de preservativo em todas relações sexuais – seja no sexo vaginal, anal ou oral. 

As principais doenças sexualmente transmissíveis são o HIV, a sífilis, gonorreia, herpes, o HPV, além das hepatites B e C, que também merecem atenção nesse período. Todas podem ser evitadas com o uso de camisinha, principal forma de prevenção, mas existem outros cuidados essenciais.

MANTENHA SUA VACINAÇÃO EM DIA 

Essa dica é válida especialmente quando o assunto é hepatite B e HPV. A vacina quadrivalente, que protege contra o HPV de baixo risco, que causa verrugas anogenitais, e de alto risco, que causa câncer de colo uterino, deve estar em dia. 

NÃO COMPARTILHE OBJETOS ÍNTIMOS 

Maquiagens, tão usadas durante a folia, garrafinhas de água, escovas de dentes, copos, talheres, lâminas, tesouras e outros objetos de uso pessoal podem transmitir a hepatite C.

FIQUE DE OLHO NA HIGIENE DE QUEM VAI BEIJAR

Algumas doenças podem ser transmitidas pela saliva, NÃO É o caso do HIV, sífilis, gonorreia, HPV e hepatites, MAS É o caso da herpes labial ou da candidíase oral, por exemplo. 

CAMISINHA: SUA MAIOR ALIADA 

Antes mesmo de usá-la, é importante deixá-la em um local fresco; nada de colocar no bolso, conferir a data de validade e a possibilidade de rasgos ou defeitos. O clima pode estar quente e a libido lá em cima, mas a camisinha deve ser colocada antes que a relação sexual comece!

Se você transou e a camisinha rasgou, por algum motivo, procure o Gerardo Trindade para realizar o seu teste rápido de sífilis e HIV, só pra não ficar aquela dúvida!